Restaurantes Populares estão sendo construídos em todas as cidades do Mais IDH

Restaurante Popular em Centro Novo (Foto: Handson Chagas).

Neste mês de junho, duas cidades do Plano Mais IDH passaram a ter Restaurante Popular. Foi só o início. Todas os 30 municípios do Mais IDH vão ter locais como esse. As inaugurações serão feitas ao longo dos próximos meses.

O Mais IDH leva uma série de ações para melhorar a qualidade de vida nas 30 cidades mais carentes do Maranhão.

O governador Flávio Dino entregou os restaurantes de Newton Bello e Centro Novo nas últimas semanas. Em breve, novas unidades serão abertas nos demais municípios.

“Enquanto a gente vê no Brasil vários Estados fechando restaurantes, o governador Flávio Dio vem abrindo. Estão programados até o ano que vem mais 28. Todos os municípios do Mais IDH também vão receber equipamentos como esses”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Social, Marcio Honaiser.

Restaurante Popular em Centro Novo (Foto: Handson Chagas).

Preço

Nas cidades do Mais IDH, o preço de cada refeição custa R$ 2. O resto é subsidiado pelo Estado.

“Para o governo, custa R$ 14. Nesse preço, estão o alimento, os funcionários, a luz, a água e o gás, por exemplo. Cada pessoa que entrar aqui vai ficar sabendo que, a cada prato servido, está pagando R$ 2 e o governo, R$ 12”, disse Flávio Dino durante a inauguração da unidade em Centro Novo.

Restaurante Popular em Centro Novo (Foto: Handson Chagas).

Saúde

Cada restaurante tem profissionais capacitados para servir pratos saudáveis e saborosos. A nutricionista Caroline Aires diz que “a alimentação é equilibrada, saudável e com higiene. Estamos aqui para ajudar”.

O restaurante também ajuda a agricultura familiar. Pelo menos 30% dos alimentos são comprados de pequenos produtores que vivem nas cidades que recebem as unidades.

Expansão

Até 2014, havia seis Restaurantes Populares e uma cozinha comunitária, todos em São Luís. Hoje, há 26 restaurantes populares, duas Cozinhas Comunitárias e um Banco de Alimentos.

Deixe uma resposta