População aprova ações da segunda edição do Dia D Mais IDH


Dia D Mais IDH também aproxima gestores e população fortalecendo a participação popular (Foto: Nael Reis)



“A ajuda que esse programa traz para nós, das comunidades agricultoras, é muito importante. O que a gente produz melhora com esse estímulo e agradeço pelos produtos distribuídos e a assistência técnica que temos à disposição”, afirmou a agricultora familiar Antônia de Maria, 49 anos, do município de Aldeias Altas. Ela recebeu sementes para reforçar sua produção, durante as ações do Dia D Mais IDH, iniciativa do Governo do Maranhão. Aldeias Altas foi uma das cidades incluídas no evento realizado no último sábado (24).

Quem foi contemplado aproveitou a série de atividades e serviços oferecidos nesta segunda edição do evento. Ações de infraestrutura, educação, saneamento, abastecimento, cidadania, assistência social e outras, chegaram a milhares de pessoas nos municípios mais carentes do Maranhão. Representantes do Governo do Maranhão estiveram nas localidades conversando com a população e ouvindo suas demandas. Com o objetivo de garantir igualdade social e melhorar os índices de desenvolvimento, o Plano Mais IDH promove medidas de impacto em 30 municípios maranhenses.

A dona de casa Rosângela dos Santos, moradora do bairro de Fátima, em Afonso Cunha, não conteve a felicidade com a chegada da água em suas torneiras. “Era um sonho, porque aqui a gente sempre teve dificuldade para ter água. Agora, ver que a gente pode ter água em casa é uma alegria. É um sonho que o governador Flávio Dino realizou para a gente”, enfatizou.

Em Satubinha, a população foi beneficiada com a distribuição de alimentos integrando o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que também foram doados a escolas na região; a inauguração do Sistema de Abastecimento de Água, garantindo o líquido nas torneiras dos moradores, que antes não havia; e atendimentos de saúde das equipes da Força Estadual de Saúde (Fesma). As equipes de Governo visitaram as obras da Cozinha Comunitária que está em construção, reforçando as ações da gestão por mais segurança alimentar aos maranhenses.

A Fesma também levou saúde e cidadania às comunidades em Conceição de Lago Açu. Um dos contemplados, Waldemir Silva, 30 anos, que é ajudante de pedreiro, parabenizou a ação. “Acho muito bom ter esse tipo de ação. Eu aproveitei para consultar e fazer testes rápidos com o pessoal da Força”.

Os serviços da Carreta do Procon-VIVA foram bastante procurados pelas comunidades que puderam ter acesso a vários serviços, como carteira de trabalho e documento de identidade, o que para alguns aconteceu pela primeira vez. “A nova carteira vai facilitar até para o recebimento do meu salário. Já não dava para me ver na carteira antiga”, disse Antônio Pereira, 76 anos, que está de identidade renovada ao aproveitar as ações do Dia D Mais IDH, no povoado Algodão, município de Primeira Cruz.

Pela primeira vez, famílias da comunidade indígena da aldeia Cacimba Velha, em Jenipapo dos Vieiras, foram contemplados com serviços em diversas áreas, fruto do Dia D Mais IDH. Cerca de 450 indígenas tiveram um dia especial e diferente, neste sábado. “A dificuldade de água era grande. A gente andava dois quilômetros para conseguir pegar água no balde. Agora com a cisterna a gente tem bastante. A gente só tem a agradecer por essa oportunidade”, afirmou Francisco Guajajara, de 34 anos.

A região foi beneficiada com a instalação de sete cisternas de 25 mil litros cada, que vai destinar água para produção de alimentos, permitindo que as famílias produzam, mesmo no período de estiagem. Na ocasião, foi entregue uma cisterna com capacidade de 52 mil litros de água, beneficiando cerca de 300 alunos. O Dia D Mais IDH garantiu, ainda, ao município três kits esportivos com 306 itens como incentivo à prática do esporte.

Nesta edição do Dia D Mais IDH a população de dez cidades do Plano Mais IDH foram contempladas com os atendimentos oferecidos.

Mais Cidadania

Os benefícios do Dia D Mais IDH levados aos municípios pelo Governo do Maranhão incluíram a instalação de Sistemas Simplificados e Universais de Abastecimento de Água; insumos e equipamentos às comunidades agrícolas; vistoria em obras de Cozinhas Comunitárias; além de atendimentos de saúde da Carreta da Mulher. O Plano Mais IDH trata de medidas nos eixos de educação, saúde e saneamento, produção e renda, infraestrutura, gestão, cidadania e participação popular, além de gênero, raça e juventude.

 


Dia D Mais IDH também aproxima gestores e população fortalecendo a participação popular (Foto: Nael Reis)


Deixe uma resposta