Alunos do programa Sim, Eu Posso são beneficiados com consultas oftalmológicas

Jovens, adultos e idosos que participam da 2ª fase do Projeto Jornada de Alfabetização Sim, Eu Posso! – Círculo de Cultura estão passando por consultas oftalmológicas disponibilizadas pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES). O objetivo é evitar a evasão das salas de aula e a queda de rendimento por causa de problemas de visão não diagnosticados.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, destaca o importante papel que o Governo do Estado desempenha com o projeto Sim, Eu Posso! “Com uma ação integrada, a gestão do governador Flávio Dino beneficia maranhenses com um atendimento digno e promove mais avanços nas áreas da Saúde, Educação e Direitos Humanos”, explica.

A previsão é que 13.500 consultas sejam realizadas, nesta segunda etapa do projeto em 15 municípios maranhenses que integram o Plano de Ações Mais IDH. As atividades começaram na segunda quinzena de fevereiro e devem se estender até o início de abril. Na primeira fase do Sim, Eu Posso! foram realizadas 7 mil consultas.

Nesta segunda etapa serão beneficiados moradores dos municípios de Jenipapo dos Vieiras, Itaipava do Grajaú, Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Governador Newton Bello, Santana do Maranhão, São João do Carú, São Raimundo do Doca Bezerra, Lagoa Grande do Maranhão, São Roberto, Afonso Cunha, Marajá do Sena, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão e Belágua.

Qualidade de vida

O secretário adjunto da Política da Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa, explica que a ação é realizada de forma integrada, com a SES disponibilizando os profissionais para triagem, consulta e diagnóstico; e a Secretaria de Estado da Educação fornecendo os óculos para aqueles que precisarem. As consultas acontecem de quinta-feira a sábado nas localidades conforme cronograma. “Com as consultas e a disponibilização dos óculos, o governo conseguiu efetivamente ter sucesso no número de formandos”, afirma.

A ação em saúde da SES contribui para identificação, também, de outros problemas oftalmológicos, como catarata e glaucoma. “Quando os oftalmologistas identificam um caso, eles já encaminham para os serviços referenciados. Se houver necessidade de cirurgia, são direcionados para uma clínica especializada ou recebem o tratamento necessário”, comenta Marcelo Rosa. Na primeira fase, cerca de 10% do público foi identificado com essas necessidades e já receberam atendimento.

Projeto Sim, Eu Posso!

O Projeto Jornada de Alfabetização Sim, Eu Posso! – Círculo de Cultura é uma iniciativa do Governo do Estado, que integra a mobilização pela alfabetização dentro do Plano de Ações Mais IDH, instituído pelo governo Flávio Dino. O objetivo é reduzir os índices de analfabetismo no Maranhão.

É promovido por meio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), em parceria com as Secretarias de Estado da Saúde (SES) e da Educação (Seduc), com apoio do Movimento Sem Terra (MST) das localidades em que o programa foi implantado.

O Sim, Eu Posso! é um método inovador de ensino, concebido pelo Instituto Pedagógico Latino-Americano e Caribenho de Cuba (Iplac) e aliado aos círculos de cultura da pedagogia de Paulo Freire, o Sim, Eu Posso!

Deixe uma resposta